COVID-19 | Equívoco: “segundo caso” não foi em Chapadinha, diz SES - Blog do William

ESTAMOS DE SITE NOVO

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 19 de abril de 2020

COVID-19 | Equívoco: “segundo caso” não foi em Chapadinha, diz SES


COVID-19: SAÚDE EXPLICA EQUÍVOCOS DE BOLETIM ESTADUAL E ALERTA PARA O AGRAVAMENTO DA CRISE

SECOM/CHAPADINHA

Cumprindo o dever de manter toda a população informada o Comitê Municipal de Prevenção e Combate ao Covid-19 de Chapadinha vem atualizar:

1 – O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Estado do Maranhão - CIEVS/MA informou que o caso anotado como ocorrência local tratava-se de uma pessoa de 87 anos falecida em São Luís, onde residia, mas que possuía cartão do SUS com endereço de Chapadinha;

2 - O Sepultamento da idosa aconteceu em Chapadinha e a nossa vigilância epidemiológica teve que realizar investigações sobre o caso, constatou que não houve velório e que enterro foi realizado por reduzido grupo de familiar que está sendo monitorado;

3 – De acordo com informações do CIEVS/MA apareceu outro suposto caso positivo (uma terceira ocorrência, portanto) também de pessoa com cartão do SUS com endereço de Chapadinha e que após investigação constatou-se nunca ter residido em nosso município, no que solicitamos a correção antes da divulgação do novo boletim na data de hoje;

4 – Investigados os casos e repassadas as devidas correções esperamos que no próximo boletim a realidade seja restabelecida;

5 – Outro fato que requer esclarecimentos é o caso do médico que, conforme informamos ontem, segue internado, e independentemente de ter endereço de São Luís passa a ser tratado como caso de Chapadinha uma vez que aqui realizou atendimento e teve contato com pessoas que também já estão sendo acompanhadas. Todas as informações sobre o caso do profissional serão repassadas à sociedade chapadinhense de acordo com resultado de exames e evolução clínica;

6 – A Prefeitura de Chapadinha compreende ser necessário salientar que nenhum caso descartado por erro de boletim ou confusão de endereços deve levar a população a relaxar as medidas de proteção, assim como as confirmações de casos verdadeiramente positivos não devam gerar pânico que só pode dificultar o trabalho dos profissionais da saúde e piorar a situação que definitivamente não é boa e tende a se agravar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot