Vídeo mostra PM atirando em homem na Zona Oeste de SP; moradores incendeiam ônibus em protesto - Blog do William

Blog do William

Blog do William - Notícias de Chapadinha e do Baixo Parnaíba Zap: (98) 99210-7825 Anapurus, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Urbano Santos, Belágua, São Luís, Milagres do Maranhão, São Benedito,

Home Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Vídeo mostra PM atirando em homem na Zona Oeste de SP; moradores incendeiam ônibus em protesto

PM diz que policiais foram atender ocorrência de roubo na Favela do Sapê, no Rio Pequeno. Corregedoria vai acompanhar o caso.


Um vídeo mostra um policial militar atirando à queima roupa na Favela do Sapê, na região do Rio Pequeno, na Zona Oeste de São Paulo, na noite de domingo (19). Duas pessoas foram baleadas após um tumulto durante a intervenção policial. Após a ação, os moradores da região atearam fogo em dois ônibus durante um protesto.

Segundo a Polícia Militar, os policiais foram até a região para atender uma ocorrência de roubo e foram hostilizados ao chegarem no local.

Um vídeo postado nas redes sociais mostra a confusão e o momento em que um dos policiais militares atira. Após ser baleado na perna, o homem cai no chão.
Não há imagens do momento que a segunda pessoa é baleada. As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Municipal Sarah.

Durante o tumulto, teve muita correria. O helicóptero Águia da PM chegou a ser utilizado.

Uma mulher, que pediu para não ser identificada disse que os homens baleados são pai e filho e que a ação ocorreu após às 18h.

“Eles não quiseram dialogar nenhum momento com a gente, foi na onde que ele já foi agredindo esse rapaz e já atirou nele. Nessa que ele atirou, todo mundo foi pra cima, né? Aí eles começaram a tacar bomba, começaram a bater em todo mundo que estava tentando chegar perto do rapaz pra socorrer ele”, disse.


A Polícia Civil está investigando o caso para tentar entender como o tumulto começou. O delegado responsável pelas investigações registrou a ocorrência como dano qualificado, resistência e lesão corporal após interferência de ação policial.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública informou que os fatos serão analisados em inquérito policial e acompanhados pela Corregedoria da PM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção! Comentários abusivos e desrespeitosos serão deletados. Nem tente.

Post Top Ad

Your Ad Spot